Pesquisar no blog
  • Por
    Bruna Maldonado
  • Publicado em 20/02/2022

SEO – O que é SEO e como a prática orgânica pode dar upgrade no seu negócio?

A busca orgânica e seus valiosos resultados estão entre as principais fontes de tráfego para sites. Conhecer sua mecânica e desafios é dever de toda empresa que aposta na força do marketing digital para a escalabilidade do negócio – e nesse artigo abordamos este tema. Boa leitura!


O que é SEO?

SEO (do inglês Search Engine Optimization) nada mais é que fazer o conteúdo do seu site aparecer nos resultados dos buscadores e redes sociais, de forma gratuita, ou seja, abaixo dos resultados pagos (anúncios).

Para que tal façanha seja realizada, diversas técnicas de marketing digital focadas em SEO, UX e Marketing de Conteúdo, devem fazer parte da rotina inerente ao planejamento de Marketing da sua empresa.

No universo da internet, uma verdade se fa, absoluta e deve ser lembrada: não adianta ter o melhor produto/serviço, a melhor campanha de publicidade e o site mais bonito da web, se a sua empresa não for encontrada (ser visto para ser lembrado) – e é aí que as práticas de SEO agregam uma poderosa força estratégica.

É importante deixar claro que os índices de SEO impactam diretamente na qualificação das campanhas pagas (e que o contrário não). Ou seja, se você está pensando em investir um milhão de Reais em campanhas do Google Ads, mas o SEO do seu site não é “lá aquelas coisas”, pegue o seu peão e volte duas casinhas.

SEO: um poderoso medidor de Branding 

A internet é acionada por palavras (que no Marketing Digital chamamos de “palavras-chaves”). As buscas por serviços, produtos e por curiosidades são executadas via texto, imagem (no caso de aplicações como o Google Leans) e áudio – e todas estas pesquisas são convertidas em texto para que os “robozinhos” dos buscadores apresentem as respostas adequadas.

Deve ser natural que, quando um usuário busque pelo termo relativo à sua marca, no Google (por exemplo), os primeiros resultados orgânicos seja relativos à sua empresa – e se isso não ocorre, eu tenho uma péssima notícia para te dar!

Posto esta expressiva relevância do trabalho de SEO para os resultados de Branding, fica fácil compreender que: quanto mais os objetivos de Marca são trabalhados em estratégias de SEO, UX e Marketing de Conteúdo, menos a sua empresa precisará investir em mídias pagas para tanto.

Isso significa que é errado manter campanhas pagas com foco em Branding? Não! O que queremos dizer é que: quando o resultado da campanha de Branding se expressar de forma mais relevante através de mídias pagas do que através de resultados orgânicos, ou a insegurança do Marketing da sua empresa está atrapalhando esta visão, ou o SEO da sua Marca no precisa, urgentemente ser melhorado.

E para entender tal discrepância (e o referido poder do resultado orgânico para a sua marca) é necessário iniciar testes de redução de lances em mídias pagas, para compreender o impacto – e o ideal é medir tal impacto durante períodos não sazonais, a ponto de responder a seguinte pergunta:

Quem procura pela minha marca clicaria em um resultado orgânico, mesmo se não houvesse um anúncio pago?

SEO com foco em serviços e produtos

O grande desafio das empresas é captar leads que buscam por produtos/serviços/soluções ao invés de marcas – posto o expressivo número de pesquisas deste tipo.

E neste sentido, manter e aprimorar estratégias de SEO, Clusterização e Marketing de Conteúdo,é primordial.

Por isso, tente observar a operação de SEO voltado para conteúdo, sob duas matrizes classificatórias: a de Branding (buscas pela Marca) e a de No-Branding (buscas por soluções).

Principais pilares para o bom desempenho de SEO

O trabalho de SEO é contínuo e deve ser realizado por profissionais especializados, com o suporte dos times de criação, UX, Growth Marketing, BI e Programação.

O papel do especialista em SEO tange à compreensão, análise, criação e publicação de melhorias (nos sites, apps, marketplaces, redes sociais, e por aí vai), com o apoio de toda a turminha acima descrita.

E para te ajudar a iniciar a sua estratégia de SEO, elencamos abaixo os principais pontos que devem ser destrinchados por você e transformados em planos de ação contínuos. São estes:

SEO para Conteúdo

  • Títulos e subtítulos estratégicos
  • Uso correto de palavras-chaves
  • Estruturação de links internos
  • Criação de conteúdos de texto, vídeo, imagem, áudios (e por aí vai)
  • Estruturação da SERP
  • Correta nomeação de arquivos

SEO Técnico e UX

  • Estrutura e arquitetura do site/app
  • Dados estruturados
  • XML Sitemaps
  • Velocidade
  • Navegabilidade
  • Mobile Friendly
  • Tageamento

Como identificaram o índice de qualidade do SEO do seu site?

Os resultados das ações de SEO devem, sempre, ser acompanhados através de ferramentas como a Similarweb e através de um sistema de gestão de Marketing, com base em inteligência artificial para Business Intelligence – como o nosso sistema de gestão da Rizer (que você mesmo pode criar, de forma rápida e prática) – faça um teste de 7 dias grátis ou agende uma consultoria gratuita com nossos especialistas.


O mundo do SEO é fantástico, mensurável e absolutamente necessário para o universo dos negócios! E nós esperamos ter contribuído para o seu aprendizado, através deste nosso artigo!

Bom planejamento SEO por aí e conte com a gente 🙂

Artigos Relacionados