Os 5 erros mais comuns do empreendedor

E por que você nunca deveria parar de cometê-los

Vou começar com uma notícia que você não vai gostar. Eu sei, não é a melhor forma de começar um artigo, mas vamos ser sinceros: ser um empreendedor não é questão de sorte, não basta apenas estar super animado pra começar e não vai ser uma jornada fácil pra ninguém. Por trás de todo negócio tem muito trabalho envolvido, exaustão, muitas coisas acontecendo fora do planejamento (você tem um planejamento, certo?) e muitas batalhas que precisam ser vencidas, inclusive as consigo mesmo, que as vezes pensa seriamente em desistir de tudo quando as coisas começam a dar errado.

Li certa vez sobre uma expressão usada entre os empreendedores no meio das startups que é “fail fast”. Significa que errou logo nas primeiras etapas do projeto. O que pode ser ruim, já que mostra que o planejamento não foi bem estruturado, mas também pode ser uma coisa boa, porque dá a possibilidade de aprender e corrigir o erro o quanto antes. Mas certos erros podem ser evitados conhecendo erros que outras pessoas já cometeram em seus empreendimentos.

Então sempre se lembre: não adianta chegar cheio de boas ideias e energia pra por em prática, precisa se organizar com cuidado e ficar atento aos erros básicos que podem ser evitados com um pouco mais de atenção e planejamento. Falamos um pouco mais sobre isso no post Manual do Empreendedor.

Sem mais delongas, vamos aos 5 erros, empreendedores:

1- Ser perfeito

Ok, eu entendo que você queira tudo incrivelmente perfeito, empreendedor, mas já notou quanto tempo pode levar para algo “perfeito” ficar pronto? As vezes aquela ideia incrível que você teve acabou sendo feita por outra pessoa antes de você só porque ela decidiu que não precisava entregar a perfeição. É aquela velha frase: “O feito é melhor que o perfeito.” Claro que não é pra fazer de qualquer jeito, é pra fazer bem feito, mas o perfeito pode ser lapidado com o tempo.

2- Achar que vai trabalhar menos

Se esse era o seu plano ao começar a empreender, saiba que você está muito errado. Trabalhar pouco é algo que não existe no dicionário do empreendedor. É preciso dedicação, esforço, estudo, planejamento, aprimoramento…. e tudo isso leva muito tempo e dá muito trabalho. Não se engane, ter o seu próprio negócio é uma coisa séria.

3- Querer ganhar dinheiro

Bem parecido com o nosso ponto anterior. “Ganhar” dinheiro significa que isso chegará facilmente até você, sem esforço algum. As pessoas simplesmente te darão dinheiro porque sua ideia é ótima. Preciso dizer que não funciona assim? Como já dissemos, nada pro empreendedor vem de forma fácil. Até ele começar a “fazer” dinheiro, teve muito trabalho envolvido antes.

4- Não formar uma boa equipe

Pode parecer que sou portadora de más notícias (e me desculpe por isso!), mas sinto te informar que não adianta chamar o seu melhor amigo pra trabalhar com você se as suas vontades e metas não estiverem alinhadas. Todos que forem escolhidos para trabalharem com você precisam saber quais são as suas metas e o que devem fazer para alcançá-las. Não adianta ter uma boa equipe de marketing atraindo clientes se a sua equipe de vendas não sabe como atendê-los.

5- Esperar resultados imediatos

Assim como em muitas áreas, dificilmente você vai conseguir bons resultados imediatamente ao abrir o seu negócio. Bons resultados, lucro, visibilidade de marca… tudo isso pode levar algum tempo para começar a dar certo. O importante aqui é não desistir quando alguma coisa der errado e continuar se esforçando para que as coisas deem certo. Confie na sua ideia e siga com o trabalho duro para que no momento certo você seja recompensado.

E hoje fecho esse artigo com a famosa frase “No pain, no gain”. 
Não aguenta mais ver isso nos posts de academia, né? Eu sei, nem eu. 
Mas é a mais pura verdade.

Até a próxima e bons negócios!

Deixe uma resposta