Executivo olhando o relógio para saber quanto tempo tem de trabalho
Empreendedorismo

O tempo e as pequenas empresas

As concepções de “O que é tempo?” perpassam historicamente por construções reflexivas filosóficas, físicas e sociais. Tem dias em que as horas passam voando para alguns,entre uma tarefa e outra,mas se arrastam para outros. Logo, a percepção de tempo é relativa, muito relativa, mas alto lá, tempo também é dinheiro, correto? Esse velho ditado popular, enraizado no pensamento coletivo, conversa muito bem com a realidade em pequenas empresas ao redor do mundo.

Empresas fazem esforços homéricos diariamentepara dar conta das demandas que surgem, como problemas técnicos com arquivos, segurança das informações, documentos perdidos ou danificados, arquivos corrompidos e … olha, essa lista só cresce, cada vez que piscamos! O caminho das pedras que boa parte das equipes empresariais seguem é: encontram um problema, o resolvem, e logo se passa para o próximo problema latente. Nessa brincadeira de resoluções, feita como lista de supermercado riscada, os dias, meses e anos voam, e mais uma vez nos deparamos com a lógica irrefutável do tempo: ele nos consome! Penso que talvez nós devêssemos encarar nossa rotina empresarial um pouco mais como um adestrador encara seu dia a dia: percebe a ferocidade do animal a ser adestrado, enumera todos os hábitos errados que ele tem e percebe a melhor forma de recompensá-lo. O animal que nos morde ou afaga os pés, e que devemos olhar com toda aatenção do mundo, é o tempo.

Durante minha experiência de trabalho, na Rizer, tenho percebido que cada vez mais empresários de todas as regiões do Brasil e do mundo buscam sistemas de gestão para além da necessidade gritante de informatização que o séculoXXI impõe, eles querem e precisam, domesticar o animal deles! Tal qual um adestrador, perceberam que administrar seus arquivos em planilhas tomava um tempo gigantesco deles e, portanto, dinheiro. Entenderam que ter um sistema de gestão permitia automatizar ações que colaboradores levariam horas realizando, e dessa forma, sobrava tempo para pensar em soluções e novas ações dentro da empresa. A recompensa de entender o tempo e as suas necessidades, é que ele passa ser um aliado quando dedicamos a energia nasações corretas. Em vez de horas a fio compilando documentos e gerando gráficos, os colaboradores poderiam simplesmente acessar remotamente o sistema e gerar relatórios em Power BI.

Toda a vez que pensamos no tempo, ou soamos melancólicos pelo que passou ou atarantados pela urgência que ele nos gera. Independentemente da concepção de tempo que temos, ele deve trabalhar com e para a gente, sendo um facilitador para o crescimento de pequenas empresas. A Rizer, através de ferramentas e experiências únicas, tem a capacidade de oferecer o biscoito ao cachorro, de economizar o dinheiro dispendido em ações desnecessárias, de remodelar o caminho já traçado das pedras. Para o crescimento efetivo de uma empresa, além de resolver problemas com soluções imediatas, em uma versão de tapa buracos, devemos criar soluções a longo prazo, que estimulem um crescimento saudável e inspirador de empresas em todo o território global. Essa é uma missão que a Rizer assumiu para si, ajudar empresas a crescerem e aumentarem seus lucros!

Leave a Reply