/blog


Pesquisar no blog
  • Por
    Bruna Maldonado
  • Publicado em 20/02/2022

Prontuário Eletrônico: como aplicá-lo na rotina do seu consultório?

O acesso a alta tecnologia a preço, muitas vezes, justo, já é uma realidade na rotina de clínicas e consultórios. O uso de prontuário digital, é um dos exemplos mais usuais que agregam a força da inteligência artificial em prol do controle de quadros, evoluções e receituários aos pacientes.


Sistema de gestão para clínicas e consultórios

Já existem no mercado inúmeros softwares e plataformas como a nossa da Rizer, que permitem o uso/criação de sistemas de gestão para clínicas e consultórios.

Um sistema de gestão para áreas da saúde nada mais é que uma solução tecnológica que permite que clínicas, consultórios, laboratórios e hospitais concentrem as suas rotinas em ambiente digital, e usufruam de módulos que gerem automação e agreguem inteligência artificial aos processos internos.

Além de aspectos de armazenagem e consulta de dados, como no caso do prontuário digital, um sistema de gestão para clínicas e consultórios pode oferecer relatórios e dashboards gerenciais que permitem a análise real do todo.

Escrevemos um artigo completo sobre o que é e como funciona um sistema de gestão para clínicas e consultórios – e recomendamos a leitura!

Você mesmo pode criar o seu próprio sistema de gestão para o seu consultório, de forma simples, prática e sem a necessidade de conhecimento técnico sobre o assunto – faça um teste grátis da plataforma Rizer por 7 dias para entender 😉.

O que é um Prontuário digital ou Prontuário eletrônico?

O prontuário digital (ou prontuário eletrônico) é a versão digital do prontuário do paciente em papel.

Além dos aspectos ecológicos e tecnológicos eminentes, a utilização de um prontuário digital no dia-a-dia de um consultório, atribui ganhos de tempo, consulta, armazenamento e gestão de informações à empresa.

Dentre as funções mais avançadas, está a possibilidade de atribuir os sintomas narrados pelo paciente a possíveis doenças, facilitando, dentre outras possibilidades, a análise de aumento ou diminuição de casos (como os de COVID-19, por exemplo).

Também conhecido como PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente), o documento digital registra dados do paciente, assim como demais informações relevantes de cada atendimento, gerando assim registros e históricos consultáveis.

Vantagens do uso de um Prontuário Digital

Na Resolução CFM nº 1.821/2007, o órgão aprovou a digitalização dos prontuários dos pacientes, que disciplina o uso de sistemas informatizados para armazenamento e manuseio.

Assim sendo, tanto os documentos em papel quanto os digitais devem conter informações básicas que incluem: dados de registro, histórico, consultas, exames e tratamentos prescritos ao paciente naquela unidade de saúde.

Além das funções básicas de registro e consulta acima mencionadas, o prontuário digital pode ser integrado a diversas plataformas, provendo dinamismo e conexão de informações em tempo real. Algumas destas possibilidades são:

  • Integração do Prontuário digital ao sistema de telemedicina
  • Integração de CID
  • Integração com dados públicos de saúde
  • Integração com plataformas de convênios

Como criar um prontuário eletrônico de pacientes?

Aqui na plataforma da Rizer você encontrará diversos depoimentos de médicos, técnicos e especialistas da área da saúde que já utilizam a nossa solução.

Diferentemente de algumas das opções de softwares para clínicas e consultórios disponíveis no mercado, na Rizer você pode personalizar o seu sistema de gestão ou aplicação online de prontuário digital, conforme a rotina do seu estabelecimento

Agende uma  consultoria gratuita com nossos especialistas e entenda como a Rizer pode ajudar o seu consultório, sem precisar investir muito 😉.

Artigos Relacionados