/blog


Pesquisar no blog
  • Por
    Bruna Maldonado
  • Publicado em 19/02/2022

Como um software de gestão jurídica pode melhorar o desempenho de tarefas advocatícias?

Softwares de gestão para empresas, escritórios e departamentos jurídicos já são realidades acessíveis e que agregam competitividade e assertividade a empresas deste nicho – e neste artigo explicaremos um pouco mais sobre este conceito e as reais possibilidades de um sistema de gestão jurídico. Boa leitura!


O que é um sistema de gestão jurídica?

O sistema de gestão jurídica nada mais é que uma plataforma (em nuvem ou física) que permite o registro, manuseio, consulta e integração de banco de dados e tarefas relacionadas às rotinas de direito e legislação, que permitem a automação das atividades com foco em melhoria de desempenho.

O Processo Judicial Eletrônico (PJe) já é uma realidade brasileira com alta demanda administrada de forma online. Antes mesmo das medidas de isolamento impostas como meio de erradicação da COVID-19, o Ministério da Justiça já apontava que nove em cada dez processos judiciais já eram iniciados em formato digital (a partir de dispositivos móveis e desktop) – e a tendência é óbvia!

Há no mercado diversas opções de softwares jurídicos padrões, ou seja, onde a rotina do departamento/empresa devem ser adequadas às possibilidades do sistema, assim como há opções como a nossa da Rizer, onde o empreendedor/profissional de direito pode criar o seu próprio sistema de gestão jurídico personalizado, com planos a partir de R$79,90 mensais.

A utilização de sistemas jurídicos já é uma realidade e a sua correta utilização apresenta ganhos importantes para o ecossistema jurídico, tais como:

  • Facilidade de consulta à processos judiciais
  • Rápida consulta e criação de alertas acerca de prazos processuais
  • Gestão de contratos
  • Identificação de riscos
  • Análise de demanda fraudulenta de processos
  • Análise de cenário externo para definição comercial estratégica
  • Armazenamento e gestão de dados relevantes e teses jurídicas
  • Criação de acervo bibliográfico jurídico para consulta
  • Definição de fluxos de tarefas
  • Acesso a dashboards e relatórios estratégicos para a tomada de decisão

Módulos principais em um sistema de gestão jurídico

Se você está pensando em contratar ou desenvolver o seu próprio sistema de gestão jurídica, queremos te dar uma mãozinha ✋🏽! Para tanto, elencamos abaixo os principais módulos a serem considerados durante o processo de decisão. São estes:

  • Registro de clientes
  • Registro e Gestão de honorários
  • Gestão de equipe
  • Registro e controle de tarefas
  • Integração à órgãos públicos para acompanhamento de processo em tempo real
  • Gestão de contingenciamento da carteira de processos incluindo a predição de êxito ou de perda
  • Monitoramento de status e outras informações dos processos da carteira com criação de alertas sempre que houver alguma alteração no processo
  • Automatização de canais de comunicação e de atendimento ao cliente

Como escolher o melhor software jurídico para o seu escritório/departamento?

O melhor sistema de gestão jurídica é aquele que compreende a rotina de seu escritório/departamento como um todo, automatizando todas as etapas passíveis de tanto.

Por isso, antes de escolher pelo sistema ideal para a sua operação, estabeleça quais são as rotinas que o mesmo deve automatizar – e use este nosso artigo como base para não se esquecer de nenhum detalhe 😉.

Em termos de desenvolvimento de sistema de gestão jurídica personalizado, a nossa plataforma da Rizer poderá te atender 100% em termos de personalização, possibilitando que você mesmo construa seu próprio sistema de gestão, mesmo que não tenha experiência (nossa plataforma é intuitiva, completa e totalmente automatizada para otimizar o tempo de desenvolvimento) – e você pode testar a Rizer por 7 dias grátis.
Caso prefira, você também pode agendar uma consultoria gratuita com nossos especialistas, a fim de que criemos o sistema de gestão ideal para a sua demanda!


Esperamos assim ter contribuído com ideias construtivas para que a sua empresa acerte na solução jurídica ideal!

Bons insights por aí e conte com a gente 😉

Artigos Relacionados